quarta-feira, 8 de julho de 2009

I.L.Y.

O sol nascente da tua face
Onde está?

Traga-o novamente
Radiante e crítico

Dissipe estas nuvens

Ou vais tropeçar nos teus lábios
pelo fel de tuas palavras

E não é este meu anseio

Quanto mais desejo o seu bem
Mais egoísta me torno

Pois assim é teu sorriso
Golpe certo ao meu coração

4 comentários:

Rodrigo Fernandes disse...

Não diga que se torna cada vez mais egoísta. O golpe certeiro sempre atingirá sem deixar marcas de dor ou pesar.

Rayanne disse...

"Sol nascente da face
radiante e crítico"

(...)

nem sei explicar que coisas em mim desperta. Mas mordeu assim de leve um sentir, como auqela pimenta a mais que encontra a língua.


**Estrelas**

Lyene disse...

Fiote, vc PHODA! Mas é isso mesmo, eu entendo perfeitamente quando vc diz que se torma mais egoista^^

Bjão! Taty

Kamikaze Kiwi disse...

Olá, gostei muito dos poemas seus q li aqui, e valeu pela visita e pela gentileza,

Inté!!!